utilizando anuncios para monetizar seu conteúdo

JMV Player: Utilize anúncios para monetizar seu conteúdo

monetizaçao-de-conteudo-atraves-do-jmv-player

 

Todo bom conteúdo é visto por espectadores interessados e qualificados. O ápice do sucesso de um bom conteúdo é o estágio onde esse conteúdo é monetizado.

 

Você sabe o que é monetização? Como ela acontece e quais benefícios ela pode trazer?

 

Entenda tudo isso no artigo a seguir!

 

O que é monetização?

Quando um conteúdo é pensado, ele visa entregar ao espectador uma experiência única e motivadora. Essa experiência te leva a explorar novas formas de remuneração através da exibição desses conteúdos.

A monetização é um dos estágios mais esperados na saga de crescimento de relevância de um conteúdo. Monetizar é encontrar formas de angariar dinheiro, renda, a partir da exibição de conteúdo. Essa monetização se dará, na maioria dos casos, a partir do mercado publicitário.

Gerar renda a partir de vídeos e de conteúdo na internet já é uma realidade e também é a principal fonte de renda de muitas pessoas e empresas.

Um bom conteúdo, consumido em massa, pode gerar grandes cifras de remuneração.

Monetização é tornar um conteúdo lucrativo. Tal palavra tem se tornado bastante popular nesses últimos anos e em muitos casos se refere principalmente a conteúdos digitais. Estes podem ser vídeos, textos, e-books, arquivos em geral e músicas.

Com o crescimento exponencial do conteúdo online, a monetização se apresentou como um caminho eficaz para criadores de conteúdo lucrarem com exposições, ‘views’ e espectadores.

Assumindo que grande parte do conteúdo disponibilizado online, é gratuito, as estratégias de monetização precisam ser bem pensadas e raciocinadas de forma a somar valor ao conteúdo mostrado. Além disso, é importantíssimo que o criador do conteúdo tenha ciência do poder de sucesso e insucesso que ferramentas de monetização podem proporcionar.

 

Como funciona a monetização de conteúdos?

A mercado de monetização é extenso e variado. Existem inúmeras formas de se monetizar um conteúdo e gerar renda a partir do compartilhamento dele na internet.

Algumas formas comuns de monetização são cobrança por conteúdos finalizados, uso de publicidade inserida no conteúdo, ou em forma de propaganda, ou ainda o método de assinatura, onde os conteúdos só serão disponibilizados para aqueles que pagam algum tipo de assinatura mensal.

A monetização de conteúdo é abrangente e atinge em cheio outras formas de conteúdo, além de vídeos.

 

Veja alguns exemplos de conteúdos que podem ser monetizados e como podem:

 

Blogs e páginas

É possível monetizar um blog de inúmeras formas. E a todo tempo surgem novas formas de realizar essas monetizações. Isso acontece por que as marcas e empresas querem estar onde os consumidores estão. Elas querem estar associadas ao tipo de conteúdo que chama a atenção dos consumidores delas.

No amplo espectro, a grande parte da receita de um criador de conteúdo provém de publicidades ou de ‘ações do usuário’ onde quem consome o conteúdo, realiza ações como ‘’cliques’’.

Na maioria dos casos, são misturadas inúmeras formas de monetização. Isto ocorre por conta da busca pela estratégia ideal para cada tipo de conteúdo. Uma ferramenta pode funcionar com um tipo de público e pode não funcionar com outros tanto.

A experimentação é essencial para achar a ferramenta ideal de monetização para tipo de conteúdo.

Um blog pode ser monetizado com estratégias como essas:

  • Publicidade paga por clique (pay per click)
  • Venda de espaço publicitário
  • Venda de produtos próprios e digitais
  • Doações

 

Conteúdo em ‘’Apps’’

Existem várias plataformas de disponibilização de conteúdos. Uma das plataformas que mais está sendo explorada é de aplicativos para smartphones.

O mesmo conteúdo exibido em sites e blogs pode ser adaptado para ser distribuído por Apps disponibilizados na App Store, no Google Play, e nas demais lojas de App disponíveis no mercado.

O mercado de Apps é gigante e pode proporcionar incríveis ganhos quando atrelado a estratégias de monetização.

Anúncios em apps

É a ferramenta de monetização mais comum utilizada em apps. Esses anúncios são aqueles que aparecem durante a utilização do app.

Eles podem ser constantes no rodapé, ou no cabeçalho da tela. Mas também podem aparecer no formato ‘tela cheia’ dentro do app.

Funções pagas no app

Alguns apps oferecem funções variadas ou até conteúdos de grande gama. Alguns desses recursos, ou conteúdos podem ser selecionados para só estarem disponíveis de forma paga. Assim o usuário haveria de pagar para visualizar tão conteúdo.

Aplicativos de conteúdo musical como Spotify e Deezer se utilizam desta forma de monetização, onde oferecem o serviço gratuito, mas também oferece ferramentas completas na versão Premium do app.

Inscrições

Um excelente exemplo de app que utiliza inscrição como forma de monetização é a Netflix. Esse app não oferece versões gratuitas.

Isso significa que utilizar o app só é possível tendo uma inscrição ativa no serviço de streaming.

 

Monetização de vídeos

O vídeo só vem ganhando espaço, enquanto mídia, no espaço digital. Nos últimos anos é possível observar um aumento incrível da utilização do audiovisual como conteúdo relevante no meio digital.

As alternativas para realizar monetização de vídeos são muitas. Existem plataformas de vídeos que, com o passar dos anos, evoluíram de uma forma a se tornarem gigantes neste segmento. O desafio da monetização de vídeos é achar a plataforma que entregue o melhor e mais qualificado tipo de monetização.

Vídeo virais e clipes de celebridade tem o seu valor, mas estes são conteúdos banais e estão, principalmente, situados no YouTube. Esta plataforma de vídeos, o YouTube, é a maior distribuidora de vídeos do mundo, mas certamente, não é a melhor escolha quando pensamos em monetizar vídeos.

O YouTube é uma empresa global, busca satisfazer seus espectadores e com isso pode ser bem burocrática com os criadores de conteúdo.

Recentemente, o YouTube alterou novos termos da plataforma e tornou ainda mais burocrática a monetização de conteúdo. Plataformas para streaming de vídeo como o JMV Player possuem um sistema simplificado e a monetização nesta ferramenta é simples, além de ser totalmente controlada pelo próprio criador de conteúdo.

No JMV Player, a escolha dos anúncios é feita totalmente pelo criador de conteúdo, assim a escolha dos patrocinadores pode ser pensada para se comunicar com o tipo de conteúdo exibido. Além disso, no sistema do JMV Player, é possível controlar a altura em que o anúncio será exibido, quanto tempo terá de duração obrigatória (antes do usuário poder pular), e quantas vezes esse anúncio será exibido.

Além de publicidades em vídeo, ainda é possível colocar banners no JMV Player que induzirão o espectador ao clique que guiará à página do patrocinador.

Independentemente de você estar promovendo seus próprios produtos ou criando fluxos de receita ao colocar anúncios pagos ou vinculados a sites afiliados, há muitas oportunidades para adicionar publicidade.

O JMV Player possui todas as ferramentas para monetizar o seu conteúdo de streaming com total controle e confiança.

Entre em contato agora mesmo com a nossa central de suporte através do 0800 037 4225 e tire todas as suas dúvidas! Além disso, pergunte sobre nossas soluções e como elas podem ajudar no sucesso de seus projetos!