Olá, eu sou o Guilherme da JMV e neste tutorial vamos aprender como configurar sua transmissão ao vivo pelo OBS Studio de forma bem simples.

Aqui vamos  aprender sobre qualidades, taxas de bits, como uma interfere diretamente na outra, entre outras opções.

Espero que gostem, vamos lá.

Esta aula faz parte de um curso completo. Confira as demais aulas do Curso Completo de OBS Studio gratuitamente.

Com o OBS aberto, vamos selecionar a opção “Configuração”, que fica no canto inferior direito ou no canto superior esquerdo, em “Arquivo”.

Em transmissão é onde iremos selecionar o servidor de streaming, aqui temos várias opções, como Twitch, Youtube, Facebook e Twitter.

Temos também a opção “Personalizado”, nela você poderá inserir um link rtmp e chave de transmissão, redes sociais como o Facebook e Youtube fornecem este tipo de informação. O nosso serviço também utiliza estes dados, então, se chegar a contratar algum de nossos planos que realizam transmissões ao vivo, é esta opção que utilizará.

Em “Saída” temos dois modos, o simples e o modo avançado, nesta aula vamos passar pelo simples, que já resolve a maioria das necessidades de transmissões, o “Avançado” é mais utilizado em transmissões mais específicas.

Aqui já nos deparamos com uma das opções mais importante, a “Taxa de bits do vídeo”, é ela quem determinará, junto com a resolução, a qualidade de imagem do seu vídeo.

Para uma transmissão em HD, podemos colocar um valor entre 1500 a 6000 kbps. Para uma transmissão em Full HD, entre 3000 a 9000 kbps. Isso vai ser conforme sua necessidade, lembrando que sua máquina e internet precisarão suportar a transmissão. Quanto mais alta a taxa e resolução, mais potente deverá ser a sua máquina.

streaming de vídeo ao vivo vivo com este curso" src="https://jmvstream.com/wp-content/uploads/2022/04/MicrosoftTeams-image-300x112.jpg" alt="Curso grátis: Como criar streaming de vídeo ao vivo" width="404" height="151" />

Em codificador temos a opção de “Software x264” e caso o seu computador possua uma placa de vídeo, é aqui  que irá selecioná-la. Se ele possuir, tenha preferência sempre pela placa, pois ela quem irá codificar sua transmissão.

Em “Taxa de bits do áudio”, podemos deixar entre 128 a 160 kbps, já é uma taxa legal.

Deixaremos a opção “Ativar as configurações avançadas do encoder” marcada e deixar o “Padrão de codificação” em “Veryfast”, que é o mais utilizado e que equilibra o desempenho exigido em sua máquina.

Em “Áudio” podemos deixar a taxa de amostragem em 44.1 e “Canais” em Estéreo.

Abaixo temos as opções de dispositivos de áudio a serem inseridos em sua transmissão.

Em “Vídeo” é onde configuramos a resolução, que possui interferência direta com a taxa de bits, mencionada agora a pouco.

Para uma boa configuração, indicamos deixar  a “Resolução de base” e “Resolução de saída” iguais.

1280 por 720 para uma transmissão em HD e 1920 por 1080 para uma transmissão em full HD.

Em “Filtro de redução” indicamos deixar em “Bicúbico (redimensionamento nítido, 16 amostras)”.

Em “Valores comuns de FPS” os mais utilizados são 30, para transmissões mais comuns e 60 em transmissões com movimentos rápidos.

Após isto é somente clicar em “Aplicar” e depois em “OK”, aqui no canto inferior direito.

Nesta área conseguirá inserir suas cenas e fontes, conforme desejo, trataremos isto em uma próxima aula.

Vamos ajustar o vídeo, para que ele fique estendido.

Quando estiver tudo conforme o desejado para a live, é somente clicar em “Iniciar transmissão”, se o quadradinho abaixo estiver verde o tempo todo, sua transmissão está ocorrendo bem no local em que enviou.

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado e até uma próxima aula.

 

 

Leia em outros idiomas: Português